Site Oficial

 

Hamilton Styrin

Hamilton passeou no GP da Styria

O GP de Styria, realizado na  Áustria, no circuito de Spilberg, o mesmo circuito do grande prêmio do pais, aconteceu simplesmente mais um desfile da Mercedes Benz, desta vez com Lewis Hamilton, que venceu de ponta a ponta. A rigor, foi um  fim de semana-show do inglês que completou uma volta espetacular na classificação sob um dilúvio que desabou no circuito. Foi mais de um segundo de vantagem de Max Verstappen, o segundo colocado, numa formação de grid em que ele marcou a sua 89ª pole position nu num espetáculo no qual os pilotos mais pareciam aqualoucos.

Da corrida há pouco a dizer de Lewis, a não ser que ele foi quase perfeito num desfile em que não teve ameaças, seguido por Valtteri Bottas em mais uma dobradinha da Mercedes.  Louve-se o esforço de Max Verstappen, que estoicamente manteve a segunda posição a té a penúltima das 71 voltas quando foi superado pelo finlandês. Também, com boa vontade, pose-se salientar, os ótimos duelos pela posições intermediárias entre a McLaren e a Racing Point, com Carlos Sainz e Lando Norris contra Sergio Peres e Lance Stroll protagonizando várias ultrapassagens e troca de posições durante toda a prova.

E a Ferrari? Bem o time italiano merece um capítulo à parte nesta corrida da Styria. Foi um vexame para passar à história. Na classificação ambos perderam  posições no grid por  obstarem tentativas de classificações de adversários obrigando Sebastian Vettel a largar em 10º e Charles Leclerc em 11º. Mas se na formação  do grid a colocação foi vexatória, na corrida foi pior. Pois logo na segunda curva Leclerc subiu na zebra decolou e atingiu a Ferrari de Vettel ficando ambos fora  do grande prêmio. Leclerc assumiu a culpa pelo fiasco, mas há muito mais na Ferrari por ser assumido neste início de temporada. Na verdade, desde que a FIA examinou o motor italiano, antes da largada da temporada  — aceitando uma denúncia da Red Bull — que a potência do seu motor,  principalmente nas retas, não apresenta a potência de 2019. A Federação Internacional de Automobilismo manteve o resultado do exame sob sigilo, mas é notório que o propulsor italiano caiu de potência.

No próximo domingo teremos a terceira corrida de ano, o GP da Hungria. Mas pelo que se viu nas duas corridas na pista da Red Bull Ring dificilmente ocorrerá  grande novidades. A depender da Ferrari será muito difícil, a opção é torcer para que a Red Bull, e principalmente Verstappen, faça alguma proeza para dificultar outro desfile das Mercedes, (M)

Campeonato:


 Piloto 

 Pontos 

Grandes Prêmios

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

1

Valtteri Bottas

43  

25

18

2

Lewis Hamilton

37  

12

25

3

Lando Norris

26  

16

10

4

Charles Leclerc

18  

18

-

5

Sergio Pérez

16  

8

8

6

Max Verstappen

15  

-

15

7

Carlos Sainz Jr.

13  

10

3

8

Alexander Albon

12  

-

12

9

Pierre Gasly

6  

6

-

10

Lance Stroll

6  

-

6

11

Esteban Ocon

4  

4

-

11

Daniel Ricciardo

4  

-

4

13

Antonio Giovinazzi

2  

2

-

14

Daniil Kvyat

1  

-

1

15

Sebastian Vettel

1  

1

-

16

Nicholas Latifi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>